Ordem Illuminati

eye21zyqf8

eye21zyqf8A Ordo Illuminatorum, Ordo Illuminatus ou Ordem Illuminati é uma instituição iniciática, filosófica, filantrópica e religiosa. Nos seus fundamentos estão segredos específicos, formando uma sociedade baseada no sigilo e na obediência. A Illuminati é uma associação animada por dois princípios: igualdade e justiça. Toda sua manifestação é baseada nestas duas premissas que são geradoras de luz para a humanidade.

Definição e História

A Ordem, composta de 13 graus, baseados nos ritos de natureza maçónica, templária e nos antigos mistérios, propõe-se a levar o mundo a uma Nova Ordem Mundial e para isso conta com as forças motrizes da sociedade como um todo, independente de ideologias e religiões. A sua filosofia é baseada nos mais puros princípios morais, sem esquecer os ensinamentos dos grandes mestres de todos os tempos. Todo iluminado é formado de modo a oferecer o máximo de si, para todos. Sua única vinculação é com a verdade inscrita no templo chamado Natureza.

Origem

A Ordem dos iluminados, como também é conhecida, nascida no alvorecer da história da humanidade, foi desenvolvida ao longo do tempo, por diversos líderes, entre eles: Hassan Sabath (nazarins – 1090) e Bayezid Ansari (roshynaia – 1550). Oficialmente, consta que em 1776, o alemão Adam Weishaupt, um professor de direito canónico e membro de uma ordem terciária jesuíta, funda a Ordo Illuminatorum, uma sociedade disciplinada, secreta e voltada ao progresso e a liberdade, baseada em princípios de reforma moral e social, que tinha por objectivo organizar rosacruzes, maçons, esotéricos, clérigos e outras ordens numa poderosa sociedade, com o intuito de promover as mais importantes mudanças político-sociais dos 200 anos seguintes. Os seus membros eram recrutados na nobreza, clero, burguesia, sábios, maçons, rosacruzes e templários.

Clandestinidade

Da obra dos Illuminati surgiram diversos movimentos sociais, entre eles, o anarquismo, carbonarismo, marxismo, socialismo, o trabalhismo (que elegeu o dia 1° de maio), os democratas e outros diversos partidos e organizações políticas libertárias. Assim se iniciou a mais feroz das lutas contra a tirania, e uma luta implacável contra os dogmáticos. Outros irmãos dedicaram-se ao progresso da ciência, da cultura e da sociedade. Por essa razão, a Ordem foi perseguida e dada por extinta em 1785. Neste momento entendeu-se que uma Ordem anti-tirania só poderia sobreviver no máximo segredo. Então, acolhidos nas Lojas Maçónicas, os Illuminati puderam continuar com o seu trabalho até o final do Séc. XX.

Na actualidade

Os governantes invisíveis da humanidade, nos tempos antigos, escolheram o mestre Hassan ibn Sabbath como o primeiro chefe supremo dos iluminados, até que quatrocentos anos mais tarde surgisse outro grande líder designado para a nova dinastia dos illuminati, o mestre Bayezid Ansari. Duzentos anos depois (1776), a chefia da Ordem muda-se para o Ocidente, sendo o novo mestre supremo Adam Weishaupt.

A partir da extinção da Ordem ocorrida em 1785, houve uma expansão mundial, já que diversos membros banidos da Bavária foram espalhados por toda Europa, América e Ásia. Hoje diversas organizações seguem os princípios iluministas, mesmo não usando o denominação ‘Illuminati’. Muitas ordens passaram a imitar suas características, porém, algumas, sem a pureza da doutrina que caracteriza o verdadeiro iluminismo. Então, em 1999, duzentos anos depois desde o último grande chefe, os governantes invisíveis novamente escolheram o seu novo representante, o Mestre Paolo Bortel (maçom/rosacruz) para receber a milenar herança e fundar a nova geração da Ordem Illuminati.

Os conhecimentos da tradição foram organizados conforme as antigas instruções milenares, igualando caracteristicamente as organizações de Hassan Sabbath, Bayezid Ansari e Adam Weishaupt. Sob a jurisdição do poderoso Deus, o mestre actual dirige a Ordem, recrutando simpatizantes em todos os países, independente de raças e credos. “A Ordem Illuminati reúne milhares de seguidores sinceros ao redor do mundo. A ideia de uma Nova Ordem de paz, segurança e prosperidade tem atraído grandes lideranças”.

Estrutura e Princípios

A Ordem Illuminati está organizada de modo sigiloso em diversas partes do mundo. Os locais são mantidos em segredo para dificultar a acção de curiosos e demais intrusos. A Ordem divide-se em Lojas Federais, Regionais e Municipais. Conta com uma directoria e um Conselho, que é órgão máximo de decisão e representação. Como Estruturas Associadas existem: O Círculo Illuminati, destinado a simpatizantes e estudiosos, a Liga Illuminati, para os clericais e membros de ordens religiosas, a Fraternidade Illuminati para os oficiais de carreira das forças armadas, a Juventude Illuminati para os de idade entre 14 a 24 anos, e o Tribunal Illuminati para membros do judiciário.

Os princípios desta ordem são nove e os pontos para a nova ordem mundial são treze:

Princípio 1° Crença em Deus
Princípio 2° Soberania da Ordem
Princípio 3° Princípios Iluministas
Princípio 4° Estudo e desenvolvimento dos mistérios de Deus e do Universo
Princípio 5° Refundação da Ordem em 1° de maio de 1776
Princípio 6° Manutenção do real segredo como forma de união das irmandades
Princípio 7° Treinamento especial nas artes e ciências esotéricas
Princípio 8° Manutenção do sigilo das actividades
Princípio 9° Respeito as leis do país

Ponto 1° Moeda mundial
Ponto 2° Linguagem universal
Ponto 3° Monitorização
Ponto 4° Renda mínima
Ponto 5° Pleno emprego
Ponto 6° Ensino gratuito até nível superior
Ponto 7° Repressão total a contravenção e ao crime
Ponto 8° Saúde e saneamento a nível mundial
Ponto 9° Planeamento familiar
Ponto 10° Fim da fome e da miséria
Ponto 11° Liberdade irrestrita de opinião e manifestação
Ponto 12° Fim da mendicidade, da prostituição e do trabalho infantil
Ponto 13° Criação da polícia e do exército da Nova Ordem

{fcomment}

Comentários

error

Gostou da página? Partilhe-a! :)

Canal do YouTube
LinkedIn
Share
RSS
Seguir por Email